+55 11 3446-8380 [email protected]
Tempo de leitura: 4 minutos

Mãos segurando celular com balões de métricas de vaidade.

Hoje vamos falar sobre métricas de vaidade. Um assunto muito importante que pode ser prejudicial na tomada de decisões empresariais.

Provavelmente, você já viu um gestor investindo certa quantia em uma divulgação nas redes sociais e que recebeu milhares de curtidas. Com esse quadro, muitas empresas se animam; mesmo que as vendas não tenham bons resultados. 

Porém, é esse tipo de empolgação, oriunda de alguns padrões de comportamentos nas mídias colaborativas, que faz os gestores considerar as métricas por vaidade, e não pela realidade quanto às demandas das estratégias de vendas. 

Acompanhe a leitura e entenda porque essas métricas de vaidade podem prejudicar os resultados da sua empresa.

O que são métricas de vaidade?

Sabemos como é importante acompanhar os resultados das campanhas publicitárias, algo que, aparentemente, se torna fácil com os índices que se baseiam em símbolos nas redes sociais, como os likes.

Porém, a facilidade interativa é enganosa em alguns casos e formam métricas de vaidade, isto é, um conjunto de informações desnecessárias à tomada de decisão; caso, por exemplo, de uma postagem que só tem curtidas e não que converte em vendas.

De fato, essas métricas são úteis para entender alguns pontos que favorecem a base operacional, mas elas não são decisivas nas estratégias empresariais.

Então não vale a pena investir em gestão de redes sociais?

Com o crescimento das redes sociais, é importante que as empresas marquem presença nelas e tenham uma boa gestão dos fundos aplicados nas campanhas, atendimentos online, compreensão da média do nível de satisfação, entre outros pontos.

Principais métricas de vaidade

Na prática, qualquer informação não motivadora de mudanças é vaidosa e os tipos mais comuns são: 

  • cliques em sites, blogs, fan page, página de vendas ou e-commerce;
  • downloads de aplicativos da empresa;
  • interações como os likes;
  • número de seguidores;
  • taxa de rejeição;
  • compartilhamentos;
  • visualização de páginas.

Como as métricas de vaidade podem impactar nos resultados?

Métricas de vaidade retratam cenários ilusórios e quando implementadas na estratégia corporativa, podem prejudicar a organização. 

Apesar de exigirem mensuração e ter informações importantes, na maioria das vezes, elas não significam um aumento de vendas ou um insight direto capaz de mudar a visão da empresa positivamente, à primeira vista.

Uma simples curtida pode ter diversos significados, como apreço pelo título ou imagem, momento de muita felicidade do usuário e até mesmo uma ação feita sem intenção. Por isso, ela não deve ser utilizada para definir uma estratégia.

Sabemos que o sucesso dos cliques e compartilhamentos é emocionante, mas é necessário entender que uma página, mesmo que tenha muitas curtidas, pode não converter em vendas ou prender a atenção do público.

Como diferenciá-las das métricas decisivas?

Para entender quais métricas são importantes para o gerenciamento de dados, é preciso analisá-los com o objetivo de compreender se eles representam algo importante à gestão; se elas auxiliam na tomada de decisão e se refletem à realidade do que está sendo analisado. 

Por isso, procure saber até que ponto cada métrica pode ajudar a definir estratégias e impactar na tomada de decisões. Por exemplo, um comentário que afirma gostar do produto, não significa algo muito concreto (métrica de vaidade), assim como a simples ação de curtir uma postagem. 

Por outro lado, 20 comentários de pessoas diferentes, da mesma cidade e afirmando que preferem comprar um kit com mais unidades (métrica decisiva), podem ser úteis para redefinir a estratégia da linha de produtos e da logística de organização.

Diante disso, é importante lembrar que uma informação estatística coletada nas redes sociais, pode revelar algo ilusório quanto às principais demandas do seu mercado. Portanto, não se deixe levar pela emoção das métricas de vaidade para definir as estratégias da sua empresa.

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe nas redes sociais para que mais pessoas conheçam sobre as métricas de vaidade e como elas podem interferir nos negócios.